Por que o preço dos imóveis residenciais sobe? Descubra por que ainda é um bom momento para comprar

广告位火热招租中
O mercado imobiliário brasileiro tem acompanhado de perto a oscilação de preços de imóveis residenciais no país. Segundo o Índice FipeZAP de Venda Residencial, que considera dados de anúncios em 50 cidades do país, o preço médio dos imóveis subiu 1,50% no acumulado do ano. Entretanto, apesar da alta, o mercado imobiliário ficou atrás da inflação medida pelo IPCA-15, que registrou 1,62% no primeiro trimestre de 2024. O mercado vem percebendo uma aceleração no aumento dos preços mês a mês, sendo que em março, o índice FipeZAP subiu 0,64% ante altas de 0,29% em dezembro/2023, 0,36% em janeiro/2024 e 0,49% em fevereiro/2024. O resultado reforça a percepção de que os preços têm aumentado de forma acelerada. Entre as capitais, Curitiba é a cidade com o maior ajuste, com aumento de 4,27%, seguida por João Pessoa, que subiu 3,51%, e Goiânia, com alta de 3,20%. Em seguida, aparecem Recife (2,91%), Salvador (2,67%), Belo Horizonte (2,50%), Maceió (2,36%), Vitória (2,32%), Florianópolis (2,07%), Fortaleza (1,43%), Manaus (1,32%), São Paulo (1,12%), Brasília (+0,84%), Campo Grande (0,70%), Rio de Janeiro (0,53%) e Porto Alegre (0,14%). Em março, o preço médio de venda residencial atingiu R$ 8.845/m². Vitória (ES) é a capital com o metro quadrado mais caro, com um valor médio de R$ 11.173/m², seguida por Florianópolis (R$ 11.011/m²), São Paulo (R$ 10.794/m²), Rio de Janeiro (R$ 10.030/m²), Curitiba (R$ 9.458/m²) e Brasília (R$ 9.067/m²). Segundo o Índice FipeZAP, os imóveis de apenas um dormitório tiveram as maiores altas nos últimos 12 meses, com uma valorização média acumulada de 6,02%. Já os imóveis com quatro ou mais dormitórios subiram 5,11%, abaixo da média total, que registrou uma valorização média acumulada de 5,54%. Em resumo, o mercado imobiliário brasileiro tem acompanhado de perto as oscilações nos preços dos imóveis residenciais no país. Enquanto o Índice FipeZAP de Venda Residencial aponta uma alta no preço médio dos imóveis de 1,50% no acumulado do ano, o mercado imobiliário ficou atrás da inflação medida pelo IPCA-15. As unidades com apenas um dormitório registraram a maior valorização média no último ano, seguidas pelos imóveis com quatro ou mais dormitórios, que ficaram abaixo da média total.

Questões relevantes

  1. Quais cidades tiveram o maior aumento no valor médio dos imóveis residenciais?
  2. Quais as capitais mais caras para compra de imóveis residenciais?
  3. Qual o tipo de imóvel que teve a maior valorização média acumulada no último ano?
Imagem de imóveis residenciais
Imagem de imóveis residenciais

Os desafios de se investir em imóveis residenciais

Apesar do aumento no preço médio dos imóveis residenciais no país, investir em um imóvel nesta modalidade pode trazer desafios, principalmente para aqueles que buscam rentabilidade no curto prazo.

1. Risco de vacância

Um imóvel vazio significa um prejuízo na renda do investidor. Por isso, conhecer bem o local onde se pretende investir é fundamental para evitar altas taxas de vacância.

2. Baixa liquidez

Em comparação com outros investimentos financeiros, o imóvel residencial pode apresentar baixa liquidez, uma vez que a venda de um imóvel pode demorar meses ou até mesmo anos para ser concretizada.

3. Gastos com manutenção

Todo imóvel demanda gastos com manutenção, podendo variar de acordo com a idade e o estado do imóvel. A falta de manutenção adequada pode degradar o imóvel e depreciar o seu valor com o tempo.

Imagem de investimento em imóveis residenciais
Imagem de investimento em imóveis residenciais

Em resumo, investir em imóveis residenciais pode ser uma boa opção para aqueles que buscam rentabilidade no longo prazo e têm perfil para lidar com os desafios da modalidade. Entretanto, é preciso estar atento aos riscos de vacância, baixa liquidez e gastos com manutenção do imóvel.

Lembre-se de deixar seus comentários abaixo, seguir nossas redes sociais e compartilhar este artigo com seus amigos.

Obrigado por nos acompanhar e até a próxima.


Por /Isabel Filgueiras


广告位火热招租中