CIEL3 股票公开收购为什么可能会被暂停?

广告位火热招租中
A Cielo, empresa brasileira líder em soluções de pagamento eletrônico, informou recentemente que recebeu correspondências de acionistas minoritários e controladores sobre uma possível oferta pública de aquisição de ações (OPA) da companhia. Os acionistas minoritários, que representam cerca de 7% do capital social da empresa, se comprometeram a apoiar a oferta, desde que os ofertantes concordem em elevar o preço por ação para R$ 5,60. Isso representa um aumento em relação ao preço anterior de R$ 5,35. Além disso, os minoritários solicitaram a suspensão da assembleia especial convocada para o dia, a fim de analisar o novo preço da OPA. Por sua vez, os ofertantes se comprometeram a tomar as medidas necessárias para garantir que, caso seja lançada a oferta, o preço por ação oferecido seja igual ao novo preço proposto pelos minoritários. No entanto, essa garantia estará condicionada à não aprovação, na assembleia especial, da elaboração de nova avaliação das ações de emissão da companhia e à adimplência dos minoritários com as obrigações assumidas. A OPA proposta tem como objetivo a conversão do registro de companhia aberta da Cielo da categoria A para a B, além da saída da empresa do Novo Mercado da B3.

Quais são os possíveis impactos dessa OPA?

Essa oferta pública de aquisição de ações pode impactar diretamente a Cielo e seus acionistas, especialmente aqueles que não são controladores da empresa. Caso a OPA realmente ocorra, a conversão do registro de companhia aberta da categoria A para a B pode ter um impacto significativo nas ações da companhia. Isso porque a Cielo deixaria de estar submetida às exigências de governança do Novo Mercado, o que poderia afetar a confiança dos investidores na empresa e, consequentemente, o preço de suas ações.

Como fica a situação dos acionistas minoritários?

Os acionistas minoritários da Cielo possuem uma participação significativa na empresa, representando cerca de 7% do seu capital social. No entanto, pela legislação atual, eles não têm direito a veto em decisões importantes da companhia. Por isso, é importante que eles estejam alinhados e façam valer seu poder de negociação em situações como essa, a fim de garantir o melhor preço por suas ações.

Qual é o histórico recente da Cielo?

Desde 2018, a Cielo vem enfrentando alguns desafios em seu mercado de atuação. Com a entrada de novos concorrentes e a crescente adoção de meios de pagamento digitais, a empresa tem registrado uma queda em suas receitas e em seu valor de mercado. Em dezembro de 2020, a Cielo anunciou uma parceria com o Facebook Pay para permitir pagamentos via WhatsApp. Essa iniciativa foi vista como uma tentativa da empresa de se reinventar e se adaptar às mudanças em seu setor.

Em resumo, a proposta de oferta pública de aquisição de ações da Cielo pode ter impacto significativo na empresa e em seus acionistas. Além disso, é importante acompanhar de perto os desdobramentos dessa situação, bem como as ações da companhia no mercado, a fim de tomar decisões mais informadas sobre investimentos.

Imagem: Maquininha Cielo - Foto: Divulgação
Imagem aleatória relacionada ao conteúdo

Não deixe de compartilhar suas opiniões e ideias nos comentários abaixo. Aproveite também para nos seguir nas redes sociais e ficar por dentro das novidades do mundo financeiro e de investimentos.

Agradecemos por acompanhar o conteúdo do Valor Investe e ficamos felizes em ajudar a esclarecer suas dúvidas. Lembre-se de nos seguir também no Instagram, Facebook e Twitter. Até mais!


Por /Eulina Oliveira


广告位火热招租中