Mercado reage à 'Superquarta': Decisão de juros no Reino Unido e dados da arrecadação no B

广告位火热招租中

Após as decisões monetárias no Brasil e Estados Unidos, agora é a vez do mercado ficar atento aos juros do Reino Unido. O Banco da Inglaterra (BoE) comunica sua decisão às 9h de Brasília. Além disso, as repercussões das decisões da “Superquarta” continuam a animar os investidores. Na agenda local, os dados da arrecadação federal estão no radar.

Como serão os próximos passos do Banco Central do Brasil e do Federal Reserve?

O Banco Central do Brasil manteve o corte de 0,5 ponto percentual da Selic, conforme esperado, porém, o destaque ficou por conta do comunicado. Ao invés de manter o discurso de mais dois cortes de mesma magnitude, a autoridade monetária sinalizou apenas um. A incógnita é se haverá uma aceleração após essa decisão.

Qual é o panorama da inflação no Brasil e nos Estados Unidos?

A ata da reunião do Banco Central do Brasil reconheceu o avanço no combate à inflação, porém, ressaltou que a alta dos preços ainda é motivo de preocupação. Os dados de inflação no Brasil, como o IPCA de janeiro e fevereiro, têm trazido cautela. Nos EUA, o Federal Reserve não indicou exatamente quando os juros começarão a cair, mas sinalizou que três cortes devem ocorrer ao longo de 2024.

Quais são as perspectivas para a economia do Reino Unido?

No Reino Unido, a taxa de juros está em 5,25% ao ano e espera-se que seja mantida. A expectativa recai sobre a sinalização que o governo britânico dará em relação a futuros cortes de juros, considerando que a inflação tem dado sinais de arrefecimento, mas ainda não atingiu as taxas desejadas pelo banco central.

Economia
Imagem ilustrativa sobre economia

Por fim, a Receita Federal do Brasil divulgará os dados de arrecadação federal referentes ao mês de fevereiro, às 10h30. A discussão sobre o cumprimento do arcabouço fiscal no país continua, com o Ministro da Fazenda reforçando a importância do marco fiscal para a estabilidade no médio prazo.

Impostos
Imagem relacionada a impostos

Em meio a essas movimentações econômicas, é esperado que o mercado financeiro reaja positivamente, vislumbrando uma possível queda dos juros. As expectativas permanecem altas para as próximas decisões monetárias e seus impactos na economia global.

Lembre-se de deixar seu comentário, seguir nossas redes sociais, dar um like e agradecemos por acompanhar nosso conteúdo.


Por /Nathália Larghi


广告位火热招租中