A Rússia se prepara para uma nova grande ofensiva na Ucrânia: entenda a situação atual e possíveis d

广告位火热招租中

A chegada da primavera na Ucrânia traz dois tipos de alívio. O clima mais quente significa que o frenesi de ataques da Rússia usando mísseis e drones contra a infraestrutura elétrica e de gás não será tão insuportável assim. E com o degelo vem a lama, e aproximadamente um mês durante o qual a movimentação militar se torna difícil. Isso deve conter a onda de ataques russos ao longo da frente que se estende pelo leste e sul da Ucrânia. Mas essa situação não vai durar.

Como a primavera impacta a dinâmica dos conflitos na região?

Conforme a primavera dá lugar ao verão, o temor é que a Rússia organize outra ofensiva de grandes proporções, como ocorreu no ano passado. E a capacidade da Ucrânia de se defender e resistir parece muito menos certa do que há um ano. É por isso que o país precisa urgentemente mobilizar mais soldados e erguer defesas mais robustas ao longo da linha de frente.

Quais são os obstáculos enfrentados pela Ucrânia diante da crise atual?

Compreensivelmente, os ucranianos responsabilizam os políticos do mundo pela sua situação desesperadora. Ocupados com o Oriente Médio, as eleições que se aproximam e seus próprios problemas econômicos, os aliados ocidentais da Ucrânia estão distraídos. No momento da publicação da reportagem, a decisão dos republicanos aliados a Trump de bloquear no congresso o pacote de auxílio militar de US$ 61 bilhões do governo Biden à Ucrânia está produzindo um efeito na linha de frente e nos céus acima das cidades ucranianas.

Qual é o cenário geopolítico envolvendo a Ucrânia e seus aliados?

Os soldados da Ucrânia são obrigados a racionar sua munição, enquanto em alguns pontos do mapa o poder de fogo dos russos supera o seu em cinco vezes. Mais de 150 drones e mísseis foram lançados contra a Ucrânia em uma única noite da semana passada, mas a Ucrânia está ficando sem interceptadores, especialmente os modelos capazes de anular os invasores mais mortíferos.

Ukraine
Russia

Saiba mais

  • ‘Comecei a praticar tiro para estar pronto’, diz empresário que virou atirador de elite na Ucrânia

  • Rússia prende mais um suspeito de ataque e volta a mencionar Ucrânia sem apresentar provas

  • Mulheres ucranianas vão à guerra contra a Rússia e deixam sua marca no Exército do país

A Ucrânia também demorou muito para reforçar as próprias posições defensivas. De certa forma, isso é compreensível. O governo ainda sonha com uma nova contraofensiva e teme a ideia de que a linha de frente atual possa se consolidar em algo bem semelhante a uma fronteira, excluindo um quinto do território do país e a maior parte do seu acesso marítimo.

A ideia de tal linha se transformar na base de uma futura negociação de paz é exatamente o que Zelenski buscou evitar. Mas os perigos são agora tão grandes que esta se tornou a opção menos ruim. Nas semanas mais recentes as escavadeiras começaram a operar, e os dentes de dragão estão sendo instalados. Isso deveria ter começado muito antes. Rezemos para que não seja tarde demais. /TRADUÇÃO DE AUGUSTO CALIL

Lembre-se de que sua interação é fundamental. Por favor, comente, compartilhe, curta e agradeço sua atenção.


Por /


广告位火热招租中