Bolsonaro diz que irá a posse de Trump em chamada de vídeo "Se estiver com passaporte", af

广告位火热招租中
Nesta quinta-feira, 14, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente dos Estados Unidos (EUA) Donald Trump realizaram uma conversa por chamada de vídeo, mediada pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP). A interação ocorreu enquanto Eduardo estava em Mar-a-Lago, na Flórida, após um jantar na residência oficial de Trump, acompanhado do também deputado federal Mário Frias (PL-SP).

O encontro dos líderes patriotas

Eduardo Bolsonaro descreveu o diálogo como um encontro entre os "dois maiores líderes patriotas do Ocidente". Registros da conversa entre os ex-presidentes foram compartilhados por diversos aliados de Bolsonaro, incluindo a deputada federal Júlia Zanatta (PL-SC), que expressou sua esperança de retorno na publicação.

Planos e desafios eleitorais

Em uma entrevista à CNN, Jair Bolsonaro mencionou que, embora a conversa tenha sido breve, aproveitou o momento para desejar a Trump "boa sorte para as eleições". Ele também mencionou sua promessa de comparecer à posse do republicano nos EUA, desde que tenha seu passaporte em mãos.

Polêmica envolvendo o passaporte

A menção ao passaporte de Jair Bolsonaro ocorreu devido à apreensão do documento pela Polícia Federal em fevereiro deste ano, sob ordem do ministro do STF Alexandre de Moraes. Essa medida foi tomada no contexto de investigações sobre uma suposta organização criminosa e tentativa de golpe de Estado. Brazil USA No contexto das redes sociais, Eduardo Bolsonaro afirmou que Trump está "ciente do que se passa no Brasil", sem fornecer detalhes. Ele destacou uma conversa positiva com o futuro presidente dos EUA, iniciada ao som do hino nacional americano, e expressou esperança em tempos de paz e normalidade por meio do retorno de Trump. Na terça-feira, 12, tanto Trump quanto o atual presidente dos EUA, Joe Biden, garantiram a indicação à concorrência nas eleições presidenciais de novembro. A formalização da nomeação de Trump deve ocorrer em julho, durante a Convenção Nacional Republicana.

Conclusão e questões em aberto

Neste cenário político envolvendo Jair Bolsonaro, Donald Trump e Eduardo Bolsonaro, surgem diversas questões sobre os rumos das relações internacionais e a influência mútua entre esses líderes. Como esses diálogos podem impactar as próximas eleições nos respectivos países? O que se pode esperar de uma possível reaproximação entre Brasil e Estados Unidos? Essas são questões relevantes que merecem reflexão em meio a um contexto político tão dinâmico e intenso. Agora, caro leitor, gostaríamos de ouvir a sua opinião. Comente abaixo com suas impressões sobre essa conversa entre Jair Bolsonaro e Donald Trump, e não se esqueça de acompanhar as atualizações sobre esse e outros temas. Obrigado por ler e interagir!


Por /


广告位火热招租中