Receita Federal libera consulta a lote residual de restituição do IR nesta quinta (21) Descubra se v

广告位火热招租中
A Receita Federal vai liberar um novo lote residual de restituição do Imposto de Renda, que estará disponível para consulta a partir de quinta-feira (21), às 10h. Pagamentos serão feitos aos contribuintes em 28 de março. Neste lote, 205.930 contribuintes serão contemplados, os quais podem verificar em que situação se encontram no site Meu Imposto de Renda. Claro, é importante lembrar que esse é um lote residual do IR de 2023 e anos anteriores, portanto, não se refere aos valores do IR de 2024. Mas quais são os critérios para a restituição do IR? Como saber se você se enquadra no grupo de contribuintes prioritários? Para tirar todas as suas dúvidas, continue lendo este artigo.

Antes de mais nada, como funciona a restituição do Imposto de Renda?

Quando as declarações de Imposto de Renda são entregues, a Receita Federal estabelece que o contribuinte pode ter dinheiro a receber ou a pagar ao órgão. Se a declaração estiver correta, você tem direito de receber o valor pago a mais. Esse dinheiro é pago em lotes mensais, de maio a dezembro, e cada lote tem um valor diferente.

No caso daqueles que têm dinheiro a pagar, são feitos ajustes anuais com base na declaração do ano anterior.

Como saber se vai receber?

Para saber se você está no grupo das mais de 200 mil pessoas que vão receber a restituição do IR neste lote residual, é preciso acessar o site Meu Imposto de Renda e clicar em "Consultar a Restituição". Para uma consulta simples, basta acessar este link https://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/ConsRest/Atual.app/paginas/index.asp e informar o CPF, o ano da declaração (2023) e a data de nascimento. É importante destacar que não existe uma data fixa para a liberação da restituição, mas existem lotes mensais que são liberados de maio a dezembro.

Quais são os critérios para a restituição do IR?

No Brasil, existem algumas categorias de contribuintes que recebem a restituição do Imposto de Renda antes dos outros. São eles: contribuintes idosos com idade igual ou superior a 80 anos, idosos acima de 60, contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou que tenham alguma moléstia grave e pessoas cuja maior fonte de renda seja o magistério.

No caso dos idosos, a prioridade é ainda maior: aqueles com mais de 80 anos, por exemplo, recebem a restituição do IR ao mesmo tempo em que o primeiro lote for disponibilizado. Depois disso, as outras categorias seguirão o cronograma oficial. É importante destacar que quem entrega a declaração nas primeiras semanas terá sua restituição liberada no primeiro lote.

Posso saber se minha declaração está na "malha fina"?

Se você não souber se sua declaração está na "malha fina" (ou seja, se há pendências ou divergências), é possível consultar a situação pelo portal e-Cac. Nele, você pode não apenas conferir o status da sua declaração, mas também descobrir se sua declaração está na malha fina e se há alguma pendência ou divergência. Para isso, basta informar CPF, código de acesso (que você mesmo tem de gerar) e senha ou fazer o login com a conta Gov.br.

Outra opção bastante acessível é cadastrar-se para receber atualizações sobre a declaração de Imposto de Renda por meio do aplicativo Meu Imposto de Renda. Dessa forma, você será notificado sempre que houver alguma pendência ou divergência em relação à sua declaração, agilizando a solução do problema.

E se a restituição não cair na conta?

Se você tem direito à restituição do IR e o dinheiro não cair na sua conta, pode haver alguns motivos para isso. Nem sempre você receberá a restituição exatamente no dia em que ela é liberada. Às vezes, questões burocráticas ou técnicas podem atrasar o pagamento ou impedir que ele seja depositado na sua conta na data prevista.

Caso isso aconteça, é preciso acessar o site da Receita Federal para verificar a situação e verificar se há algum bloqueio ou impedimento no pagamento. Se tiver dúvidas, também pode entrar em contato com a Receita Federal pelo telefone 146 ou se dirigir a uma agência próxima de você.

O que fazer com o dinheiro da restituição?

Esse é um assunto bastante sensível para muita gente, principalmente em tempos de crise e incertezas. Se você recebe a restituição do Imposto de Renda e não sabe o que fazer com o dinheiro, temos algumas sugestões.

Antes de mais nada, pense em quitar dívidas pendentes, sobretudo se as taxas de juros estiverem pesando demais no seu orçamento. Depois disso, faça um planejamento cuidadoso e racional: se você conseguir pagar suas dívidas e sobrar dinheiro, pode pensar em fazer um investimento – seja em renda fixa, ações ou em outro produto financeiro que esteja alinhado aos seus objetivos de longo prazo. É preciso ter muita cautela, conhecimento e informação para não errar nessa hora.

E aí, gostou de saber mais sobre a restituição do Imposto de Renda? Tem alguma dúvida ou sugestão? Deixe seu comentário abaixo e siga nossas redes sociais para acompanhar mais novidades e informações do mundo financeiro. Agradecemos por sua leitura!

Nos siga nas redes sociais e compartilhe nossas atualizações. Comente e curta nossas postagens!

Imagem de dinheiro Imagem de taxas


Por /Daniel Cristóvão


广告位火热招租中