Mais de 20 palestinos morrem em entrega de ajuda humanitária em Gaza: O que deu errado?

广告位火热招租中

A entrega de ajuda humanitária a civis palestinos ao norte da Faixa Gaza resultou em mortes na noite desta quinta-feira, 15. Cerca de 20 palestinos morreram e 100 ficaram feridos, de acordo com o Ministério da Saúde de Gaza, controlado pelo grupo terrorista Hamas. É a segunda vez em menos de um mês que a distribuição de comida à população tem consequências fatais.

Quem é responsável pelas mortes?

PUBLICIDADE

O Hamas acusa o Exército de Israel de atirar contra um grupo de civis que aguardavam a ajuda próximo a uma rotatória na cidade de Gaza. Em comunicado, os militares israelenses negaram a alegação na manhã desta sexta-feira e disseram que um atirador palestino foi responsável pelas mortes.

Por que a entrega de ajuda humanitária está causando mortes?

“Os terroristas do Hamas fazem mal aos civis em Gaza e culpam Israel por isso. Por causa disso, uma campanha de difamação na primeira sexta-feira do Ramadã foi criada com o objetivo de difundir desinformação e instigar violência em outros locais”, disse o Exército em comunicado.

Qual o impacto da falta de acesso à imprensa internacional?

A imprensa internacional não tem acesso à zona de guerra em Gaza, o que dificulta a checagem de ambas as versões.

Imagem meramente ilustrativa

Como a situação humanitária em Gaza tem sido afetada?

Israel tem bombardeado Gaza desde que o Hamas lançou um ataque terrorista contra o sul de Israel em 7 de outubro, o pior e mais cruel da história do país. Segundo a ONU, a ajuda alimentar tem demorado a entrar no enclave em meio a divergências sobre os protocolos de inspeção na fronteira e o estado de anarquia que resulta da falta de controle civil do território.

A entrega da ajuda humanitária ocorre em um momento em que os palestinos do enclave sofrem fome devido à escassez de alimentos. Ainda de acordo com a ONU, muitos palestinos têm apelado ao consumo de ração animal e plantas silvestres para sobreviver. Multidões cada vez maiores se reúnem para esperar os comboios de ajuda. E há semanas essas aglomerações terminam em mortes.

Imagem meramente ilustrativa

No fim de fevereiro, mais de 100 pessoas foram mortas e centenas ficaram feridas após os soldados israelenses dispararem contra uma multidão que se reuniu em torno de um comboio de ajuda humanitária na mesma cidade. Uma semana depois, outras cinco morreram e dez ficaram feridas em uma entrega de comida feita em lançamentos aéreos.

Publicidade

O Ministério da Saúde de Gaza disse que algumas pessoas feridas foram levadas a hospitais, mas havia poucas informações sobre suas condições. “As equipes médicas não conseguem lidar com a extensão e o tipo de ferimentos que estão chegando aos hospitais no norte de Gaza devido à falta de recursos médicos e humanos”, disse o ministério controlado pelo Hamas. /Com NYT

Espero que este artigo tenha ajudado a esclarecer a situação complexa em Gaza. Por favor, sinta-se à vontade para compartilhar suas opiniões nos comentários abaixo. Não se esqueça de nos seguir para mais atualizações e notícias. Agradecemos por ler.


Por /


广告位火热招租中