Itaim Bibi: possível foco de dengue na região | O que fazer para prevenir?

广告位火热招租中
No bairro do Itaim Bibi, zona oeste de São Paulo, uma preocupante denúncia de possível foco de dengue foi feita por Ricardo Rubini. Ele relata a situação de um imóvel comercial na Avenida Cidade Jardim, número 662, onde um teto inundado pode estar contribuindo para a infestação do mosquito transmissor da doença.

Qual a gravidade da situação?

Ricardo Rubini tentou utilizar o serviço municipal SP156 para fazer a denúncia, mas sem sucesso. Ele ressaltou a ineficácia de bater de porta em porta em busca de focos de dengue quando existem áreas críticas como a que ele presenciou. A importância da conscientização e fiscalização para evitar a propagação da doença é evidente.

Quais as medidas estão sendo tomadas?

Em resposta à denúncia, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) prometeu realizar uma vistoria no local e tomar as medidas necessárias para combater o mosquito da dengue. A SMS enfatizou as ações intensificadas em 2024, com mais agentes nas ruas e tecnologias modernas. O apoio da população é fundamental para o sucesso das medidas preventivas.

O que podemos fazer para ajudar?

Diante desse alerta, é indispensável que cada indivíduo verifique em sua residência possíveis criadouros do mosquito da dengue, como recipientes com água parada. A participação ativa de todos é crucial para evitar surtos da doença. A prevenção é o melhor caminho para manter a saúde pública em segurança.
Lixo e água acumulada em garrafas pets, cumbucas de barro e copos em meio a mato alto. Foto ilustrativa. Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Envie suas reclamações

Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Se cada um fizer a sua parte, poderemos contribuir para a prevenção e controle da dengue. Lembre-se, a saúde pública é responsabilidade de todos. Juntos, podemos combater essa ameaça de forma eficaz.

Veja também

  • Dor atrás dos olhos: é dengue ou gripe? Veja como diferenciar os sintomas das doenças

Concluindo, a prevenção da dengue requer o engajamento de toda a comunidade. Seja consciente, fiscalize o seu entorno e denuncie possíveis focos do mosquito transmissor. Sua atitude pode salvar vidas. Agradecemos pela leitura atenta e contamos com a sua colaboração ativa. Comente, compartilhe, curta e agradeça por se preocupar com a saúde de todos.


Por /SP Reclama - Seus direitos


广告位火热招租中