De lavadeira a advogada e empresária dos Racionais: como ela lutou contra os estereótipos

广告位火热招租中

Eliane Dias fixou seu diploma de bacharel em Direito pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul e o certificado da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na parede que fica atrás de sua mesa de trabalho. É a primeira coisa que a gente repara quando chega ao escritório no Capão Redondo, zona sul de São Paulo.

Foto ilustrativa de advogada

A localização do quadro é estratégica. É um orgulho pessoal depois de ter morado na rua, trabalhado como empregada doméstica sem registro em carteira, lavadeira, costureira, babá e cabeleireira. Mas também é uma mensagem antirracista para quem chega.

Qual era o propósito inicial de Eliane ao fixar seu diploma na parede?

“No começo, o propósito era provar que eu não era ignorante. As pessoas pensam que as mulheres pretas não têm cérebro, não têm competência e não merecem credibilidade. Eu coloquei o diploma aí para mostrar que as coisas são diferentes.”

O sonho de ser advogada começou quando ela estava zanzando pelas ruas da Pedreira, também na zona sul. Aos 9 anos, ainda não sabia ler. Tinha entrado tarde na escola porque precisava cuidar da irmã mais nova e ajudar a mãe, Maria Aparecida Dias, empregada doméstica e mãe solo, nas tarefas do dia a dia, lavar e passar. Também foi costureira, lavadeira, empregada doméstica (sem registro).

Como foi a trajetória de Eliane até se tornar advogada e empresária de sucesso?

Em 2017 e 2021, foi reconhecida como empreendedora musical do ano pela premiação Women’s Musical Event Award (WME) by Music2! O mundo da música se mostrou desafiador, mas de uma maneira diferente. “Eu tenho de provar que não sou a sombra do Mano Brown. Parece que, para mim, as coisas são mais difíceis”.

Além de gerenciar a carreira do maior grupo de rap do País, Eliane é CEO da produtora musical Boogie Naipe, algo como “postura independente”, unindo “boogie”, estilo que surgiu do blues, e “naipe”, gíria para estilo original.

Foto ilustrativa de música

Quais os desafios enfrentados por Eliane em sua carreira?

Nas múltiplas barreiras impostas às mulheres, Eliane precisou superar obstáculos até dentro de casa. A decisão de fazer faculdade ganhou força depois que o marido não quis que ela participasse de uma viagem internacional dos rappers décadas atrás.

Eliane também estava preparando a 2ª edição da Boogie Week, evento cultural de uma semana para garantir visibilidade às produções de pessoas pretas, e a estreia do documentário Racionais: Das Ruas de São Paulo pro Mundo, na Netflix, sobre os mais de 30 anos de carreira do grupo. “Estou sempre fazendo três ou quatro coisas ao mesmo tempo”.

Como Eliane concilia sua carreira profissional com suas atividades pessoais?

*Este texto foi produzido em parceria com a Associação Nacional dos Advogados Negros (Anan).

Se gostou do artigo, deixe seu comentário, siga-nos para mais conteúdos, dê um like e agradecemos por acompanhar!


Por /


广告位火热招租中