Como se forma onda de calor que traz alerta de perigo para SP e mais 4 Estados? Veja gráfico: Dicas

广告位火热招租中
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de “grande perigo” devido a uma onda de calor que está afetando várias regiões do Brasil, incluindo São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e o noroeste gaúcho. Este fenômeno está trazendo temperaturas 5ºC acima da média, representando um risco à saúde da população. Dos 5.570 municípios do país, aproximadamente um quinto (1.066) pode sofrer com o aumento das temperaturas até sábado, 16, conforme informações do Inmet. As altas temperaturas estão sendo provocadas pela chegada de uma massa de ar seco nessas áreas, o que resulta na diminuição da umidade do ar e na redução das condições para chuva, com máximas podendo chegar à marca dos 40ºC.

Por que a massa de ar seco está causando tanto calor?

Segundo Helena Turon Balbino, meteorologista do Inmet, o calor intenso é resultado de uma alta pressão atmosférica que causa o ar a descer em direção à superfície. Essa redução na disponibilidade de ar dificulta a formação de nuvens e deixa o clima mais seco. Com o céu limpo, a radiação solar chega mais intensamente à superfície terrestre, e as moléculas mais próximas à superfície aumentam a pressão, levando ao aumento das temperaturas.

Como a pressão atmosférica impacta na propagação de frentes frias?

Além disso, a pressão atmosférica dificulta a entrada de frentes frias do oceano para o interior do Brasil, restringindo seu avanço às áreas litorâneas. O epicentro dessa onda de calor, a última do verão, está localizado no Paraguai, onde a influência marítima não é capaz de trazer o alívio das temperaturas mais amenas.

Qual o panorama para os próximos dias?

A tendência é que o calor intenso persista, atingindo diversas regiões e demandando atenção especial com relação aos cuidados com a saúde e à prevenção de possíveis impactos negativos decorrentes das altas temperaturas. É importante manter-se informado sobre as recomendações das autoridades locais e adotar medidas adequadas para lidar com esse cenário climático adverso. Hot Weather Heat Wave

Leia também

  • El Niño ainda deve causar estragos da Amazônia ao Alasca; veja o que prevê novo estudo

  • Planeta tem recorde de calor pelo nono mês seguido; qual a previsão para os próximos meses?

  • Colapso das correntes do Atlântico está mais próximo. Que desastres isso causaria?

A onda de calor intensa segue trazendo desafios para várias regiões do Brasil, e é fundamental adotar medidas para se proteger e lidar com os efeitos desse fenômeno climático. Fique atento às atualizações sobre a situação climática, proteja-se do calor excessivo e esteja preparado para enfrentar as altas temperaturas.

Lembre-se de cuidar da sua saúde, manter-se hidratado e evitar a exposição prolongada ao sol. Compartilhe essas informações com seus familiares e amigos, e juntos podemos enfrentar esse período de calor intenso com segurança e precaução. Agradecemos pela sua atenção e confiança.

Nos conte nos comentários como você está lidando com a onda de calor e quais são suas estratégias para se manter fresco e saudável. Não se esqueça de curtir, compartilhar este artigo e seguir nossas redes sociais para mais atualizações. Obrigado pela leitura!


Por /


广告位火热招租中