Água do Rio Pinheiros: Por que é avaliada como ‘péssima’ e o que isso significa para a população?

广告位火热招租中

Um estudo realizado pela SOS Mata Atlântica avaliou a qualidade da água do Rio Pinheiros, em pontos monitorados na cidade de São Paulo ao longo de 2023, classificando-a como “péssima”, enquanto parte do curso do Rio Tietê apresentou melhora e passou de “ruim” para “regular”.

Como é feita a avaliação?

A pesquisa apresenta o cenário da qualidade da água em bacias hidrográficas da Mata Atlântica por meio do Índice de Qualidade da Água (IQA). O cálculo é baseado na pontuação de indicadores físicos, químicos e biológicos que apontam o estado da água no ponto monitorado.

Melhoras tímidas

O estudo mostra que, em geral, houve melhora na qualidade da água dos rios e córregos da Mata Atlântica em comparação com medições de 2022. Embora tenha havido avanços, a situação ainda está longe do ideal, com nenhum ponto atingindo classificação ótima.

Pinheiros não vai se recuperar tão rápido, diz especialista

O especialista destaca que a recuperação do Rio Pinheiros, apesar dos investimentos, não será rápida devido à complexidade do problema. O desafio é manter o trabalho contínuo de despoluição e garantir a qualidade da água a longo prazo.

Rio Tietê melhora na divisa da capital com Guarulhos

A qualidade da água do Rio Tietê apresentou melhora em pontos monitorados, como na divisa com Guarulhos, atribuída a obras de saneamento e tratamento de esgoto. No entanto, os desafios de manter a qualidade ao longo do curso do rio continuam.

Leia, comente, compartilhe e agradeça por se preocupar com o meio ambiente e a qualidade da água. O seu engajamento faz a diferença!

Foto: Unsplash


Por /


广告位火热招租中