Perfil buscado para sucessão na Vale: Quem deve ocupar o cargo? Consultorias e nomes especulados na

广告位火热招租中
A Vale, segunda maior mineradora de ferro do mundo e líder na produção de níquel, está em processo de escolha do seu novo CEO para suceder Eduardo Bartolomeo, a partir de 1º de janeiro de 2025. A mineradora já iniciou o processo de contratação de uma consultoria para buscar o executivo com o perfil adequado para tal função. O prazo para essa etapa é até 30 de junho, segundo o cronograma da empresa. O encerramento do processo de escolha previsto é para o final de novembro. As buscas pelo CEO da Vale estão sendo realizadas por consultorias de headhunting de renome internacional. O comitê do conselho de administração da Vale que é responsável pelo trabalho de seleção já iniciou a fase de cotações junto a um grupo de consultorias, das quais uma será escolhida e contratada para buscar o executivo com o perfil desejado para o cargo. Das entrevistas e avaliações dos candidatos será tirada uma lista tríplice que será entregue ao conselho de administração da Vale. A sucessão ganhou contornos políticos após o governo federal, na figura do Presidente da República, decidir, em maio de 2023, lançar o nome de Guido Mantega à presidência da Vale. Entretanto, desencadeou uma forte reação de acionistas e de investidores da mineradora, devido à ingerência estatal e à inapetência de Mantega para o cargo. A indicação foi retirada pela União em fevereiro. A escolha do novo CEO da Vale é um processo que requer transparência, tempo e um rito calcado nas regras de governança corporativa da companhia. Além disso, espera-se que o novo CEO demonstre habilidade nos relacionamentos com entes públicos federais, estaduais e locais de suas operações no Brasil e exterior, bem como com as comunidades. Para facilitar a compreensão do assunto, apresentamos, ao longo do texto, algumas informações relevantes sobre o processo de escolha do novo presidente da Vale. A seguir, iremos destacar alguns pontos principais do conteúdo.

Conheça o processo de escolha do novo CEO da Vale

O processo para escolha do novo presidente da Vale que sucederá Eduardo Bartolomeo a partir de 1º de janeiro de 2025, já foi lançado no mercado e executivos de empresas começaram a ser sondados por consultorias de headhunting de renome internacional.

Comitê do conselho de administração da Vale

A escolha do novo CEO da Vale está a cargo do comitê do conselho de administração da Vale responsável pelo trabalho de seleção, que já iniciou a fase de cotações junto a um grupo de consultorias. Será escolhida apenas uma, que será contratada para buscar o executivo com o perfil desejado para o cargo.

Contornos políticos

A escolha do novo CEO da Vale ganhou contornos políticos, quando o governo federal decidiu, em maio de 2023, lançar o nome de Guido Mantega à presidência da Vale. A indicação foi retirada pela união em fevereiro de 2025, diante da forte reação de acionistas e de investidores da mineradora.

Perfil desejado para o próximo CEO da Vale

O novo CEO da Vale, além de múltipla competência técnica no setor de mineração e experiência de gestão de companhias de atuação internacional, deverá saber lidar com os entes públicos federais, estaduais e locais de suas operações no Brasil e exterior, bem como com as comunidades. Isso é percebido como importante, após o caso de Brumadinho que causou uma má reputação à empresa e ao setor.

Conselheiros da Vale esperam um processo não açodado

Os conselheiros querem que o processo de escolha do novo CEO da Vale seja feito de forma diligente, seguindo um rito calcado nas regras de governança corporativa da companhia. Contudo, alguns especialistas acreditam que a demora pode ser ruim para os negócios da companhia, avaliando que até o final de julho o novo CEO deveria assumir o cargo.

Os nomes procurados pelas consultorias

Vários nomes já começaram a ser sondados por consultorias de headhunting para participar da seleção do novo CEO da Vale. Destacam-se os nomes de Ruben Fernandes, Gustavo Werneck, Ricardo Lima, Flávio Aidar, João Schmidt e Wilfred Bruijn, ex-CEO da Anglo American no Brasil e da Mineração Usiminas. A esse leque de nomes se juntam outros já apontados para o cargo de CEO da companhia — Luís Henrique Guimarães, Paulo Caffarelli, e Ivan Monteiro

Novo CEO da Vale pode ser escolhido dentre integrantes da atual diretoria

O processo de escolha do novo CEO da Vale deve contemplar também integrantes da atual diretoria — avaliar se tem perfil para ser CEO e se ainda têm pontos frágeis para o cargo. Marcello Spinelli, vice-presidente executivo de Soluções de Minério de Ferro, e Gustavo Pimenta, vice-presidente executivo de Finanças e Relações com Investidores, são alguns nomes da diretoria que devem fazer parte do processo.

Segurança na seleção

Há maneiras de colocar filtros no processo sem chegar a imposições do conselho de administração, como feito em 2011, quando houve a escolha de Murillo Ferreira como CEO. Realizar um processo de seleção lisura é crucial e garantir aos potenciais candidatos segurança de que não serão meramente “figurantes” no processo.

Conclusão

A escolha do novo CEO da Vale é um processo importante para a empresa e para o mercado, pois a diretoria irá liderar a companhia diante dos desafios do mercado global, a complexidade do setor de mineração e a necessidade de superar a crise ocasionada pela pandemia. Espera-se que a sucessão seja realizada de maneira transparente e seguindo as regras de governança corporativa da companhia.

Referências

  • Vale inicia processo para contratar consultoria para buscar novo CEO
  • Vale inicia contratação de consultoria para escolher novo CEO

Agradecemos por acompanhar o artigo e esperamos que tenha encontrado informações relevantes sobre o processo de escolha do novo CEO da Vale.

Não esqueça de deixar seu comentário, seguir nossas redes sociais e compartilhar este conteúdo se ele foi útil para você!


Por /


广告位火热招租中