Padilha pede apoio da bancada evangélica a pautas do governo Após acordo sobre PEC das igrejas: ente

广告位火热招租中

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, pediu o apoio da Frente Parlamentar Evangélica à agenda do governo Lula no Congresso. Após anunciar um acordo para a votação de uma PEC que amplia a imunidade tributária das igrejas, Padilha se reuniu com integrantes da bancada religiosa.

Por que é importante o apoio da Frente Parlamentar Evangélica?

Padilha destacou a importância do apoio da Frente Parlamentar Evangélica na pauta econômica e nos projetos sociais e de transição energética do governo, deixando claro que não será em temas de costumes. O presidente Lula vem enfrentando aumento de rejeição entre a população evangélica, mais identificada com a oposição.

Qual foi o objetivo da reunião com a bancada evangélica?

Padilha afirmou que a reunião teve o intuito de apresentar a visão do governo sobre o país e solicitar apoio nas questões econômicas. Por sua vez, o presidente da bancada evangélica, deputado Eli Borges, reforçou que não abrirão mão de suas bandeiras, como a luta contra o aborto e a defesa da liberdade.

Quais foram as demandas discutidas na reunião?

Além de discutir a PEC das igrejas, também foram abordados temas como decretos e portarias do governo que geraram polêmica, como orientações sobre aborto legal. Participaram da reunião representantes da bancada evangélica, o ministro da Advocacia-Geral da União, entre outros parlamentares.

Brazil
Government

A conclusão da PEC das Igrejas depende do apoio de três quintos da Câmara, em dois turnos de votação. O relator da matéria e o autor do texto negociaram ajustes com o Ministério da Fazenda para atender demandas da equipe econômica, visando a recuperação da saúde das contas públicas.

Qual é o próximo passo do processo legislativo?

A proposta já aprovada em comissão especial na Câmara permitirá a isenção de templos religiosos em tributações diretas e indiretas. A reforma tributária deve mitigar o impacto fiscal da PEC nas contas da União, garantindo benefícios às igrejas sem comprometer a arrecadação.

Não deixe de comentar, seguir, curtir e agradecemos pela leitura!


Por /


广告位火热招租中