Título 1:Ouro atinge novo patamar recorde devido à incertezas nos juros Título 2:Investidores buscam

广告位火热招租中
Os contratos futuros do ouro encerraram a segunda-feira em alta, atingindo novo recorde, mesmo em meio aos impactos econômicos da pandemia de Covid-19. Especialistas acreditam que o aumento da perspectiva de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) começará a cortar seus juros no meio do ano tem contribuído para o fortalecimento do metal precioso. Isso se deve à percepção ganhou força após dados de inflação do índice de preços de gastos com consumo (PCE, na sigla em inglês), medida favorita do Fed, terem mostrado desaceleração, vindo abaixo do esperado. Taxas de juros menores são favoráveis para o desempenho do ouro.

Contrato de ouro com entrega prevista para junho em alta

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato de ouro com entrega prevista para junho, o mais líquido, avançou 0,82%, a US$ 2.257,10 por onça-troy. Já o contrato com vencimento em abril avançou 0,85% a US$ 2.236,50.

Desaceleração da inflação, taxa de juros e o impacto no desempenho do ouro

Os preços do ouro sobem em tempos de incerteza, pois é considerado um ativo seguro, devido à sua capacidade de manter seu valor em tempos de inflação e turbulências econômicas. A desaceleração do PCE, que teve alta de 0,3% em fevereiro, depois de ter avançado 0,4% na leitura anterior, ligeiramente abaixo das expectativas de economistas consultados pelo "The Wall Street Journal", de 0,4%, foi um dos fatores que contribuiu para o aumento do metal precioso. Outro fator que tem impulsionado o desempenho do ouro é a perspectiva de redução das taxas de juros pelo Fed no meio do ano. Isso significa que as taxas de juros serão reduzidas e o dinheiro ficará mais barato, o que pode levar a um aumento na demanda por ouro, já que proporciona um porto seguro para investidores em tempos de crise.

Análise anual e tendência de curto prazo

O núcleo do índice avançou 0,3% em fevereiro na relação mensal, ante 0,5% em janeiro, já na relação de 12 meses, o dado foi de 2,9% em janeiro para 2,8%, em linha com as expectativas. Embora os dados anuais estejam dentro das expectativas, as preocupações persistentes sobre a pandemia de Covid-19 e a crescente turbulência econômica provavelmente manterão a tendência de alta do ouro no curto prazo.

Recomendações finais

Em tempos de incerteza econômica, o ouro é frequentemente visto como um investimento seguro. A pressão inflacionária e a crescente turbulência econômica continuam a sustentar a tendência de alta do metal precioso, especialmente com a perspectiva de redução das taxas de juros pelo Fed. É importante lembrar que, antes de tomar qualquer decisão de investimento, é fundamental fazer uma análise aprofundada das tendências do mercado, entender sua tolerância ao risco e considerar aconselhamento profissional adequado.


Por /Igor Sodré


广告位火热招租中